Fechar
aromaterapia-tpm-sintomas-colica

Como amenizar e tratar sintomas da TPM com aromaterapia

A Tensão Pré Menstrual pode se apresentar de diversas formas. Cada pessoa, por ter um organismo único, pode ter suas próprias reações em diversas intensidades. Existem pesquisas que apontam que quase 90% das pessoas que menstruam têm sintomas da TPM, mas nem sempre são os mesmos.

A Organização Mundial da Saúde chegou a classificar quatro diferentes tipos de TPM, por conta dos diversos fenômenos relatados neste período. Além da lista da OMS, foram identificadas algumas outras classes da TPM. Vamos abordar cada uma e como a aromaterapia pode auxiliar nesses casos.

Tipo A – Ansiedade

Algumas pessoas utilizam o tipo A para Agressividade. Essa forma de TPM faz com que a pessoa tenha oscilações no humor, irritabilidade e, claro, ansiedade. Quem se identifica com esses sintomas, precisa ter muita cautela quando o período pré menstrual está chegando. 

Essas oscilações de humor podem afetar as pessoas que você convive e até seu trabalho. Para esse tipo específico, a forma de aplicar a aromaterapia mais indicada é o uso de um difusor pessoal.

Os óleos essenciais que podem ajudar a amenizar esses efeitos: 

  • Óleo Essencial de Lavanda: a Lavanda, principalmente, auxilia quase todos os sintomas de TPM. Para o tipo A, ela é indicada por ser um poderoso calmante natural, tranquilizando os nervos. 
  • Óleo Essencial de Ylang-ylang: a planta tem propriedades que aliviam tensões nervosas e estimulam a sensação de conforto. É ideal para o período de TPM.

Tipo C – Cefaléia 

Este tipo aborda as pessoas que sofrem com dores de cabeça, palpitações, cansaço, tonturas e aumento de apetite durante o período da TPM. Além da aromaterapia, é bom que seja evitado o consumo de produtos com cafeína, altas doses de açúcar e muitos industrializados.

Em momentos de dores de cabeça, extremo cansaço ou tontura, você pode realizar uma massagem nas têmporas e base do pescoço utilizando algum óleo essencial. Dilua de uma a duas gotinhas do óleo essencial de sua preferência em uma colher de algum óleo vegetal.

  • Óleo Essencial de Alecrim: o óleo essencial de Alecrim é conhecido por ser versátil, assim como o de Lavanda. A maior indicação de uso é para dores de cabeça e enxaquecas. Também pode ser útil em momentos de cansaço mental, ansiedade e estresse, que são muito comuns na TPM.
  • Óleo Essencial de Gerânio: o óleo essencial de Gerânio é super indicado para mulheres que estão em um período de TPM ou passando pela menopausa. O óleo essencial auxilia o sistema hormonal feminino entrar em equilíbrio. Ele tem propriedades analgésicas que ajudam em dores de cabeça, nervosismo e insegurança.

Tipo D – Depressão

O tipo D inclui as pessoas que se mantêm mais introspectivas, em um estado depressivo. Você pode passar por confusão, esquecimentos, crises de choro súbitas, falta de ânimo e sensação de que ninguém te quer em certo ambiente.

Quem passa por isso, pode optar por fazer do banho um ritual para melhorar sua cabeça e energia. Prepare um banho aromático que seja renovador. Um momento apenas seu para deixar o seu corpo ter o próprio fluxo e passar por isso.

  • Óleo Essencial de Laranja: esse óleo essencial de laranja é chamado por “raio de luz”. Ele combate a depressão com suas propriedades que aliviam o cansaço mental. O aroma cítrico é um ótimo estimulante ao ânimo.
  • Óleo Essencial de Patchouli: o aroma do Patchouli é capaz de liberar hormônios como serotonina e dopamina. Além de trazer bom humor, combate sintomas de depressão.

Certos médicos decidem receitar remédios ansiolíticos durante o período de TPM de algumas mulheres. Se você notar que está tendo crises mais sérias de depressão, não hesite em procurar por um profissional da saúde. 

Tipo H – Hídrico

O nome Hídrico se relaciona com a retenção de líquido que muitas pessoas têm nesse período. Por conta dos hormônios envolvidos, pode ser que haja um inchaço, principalmente em regiões como pernas, seios e barriga. 

Assim como as pessoas ansiosas devem evitar consumir estimulantes, como cafeína, é bom que quem tenha uma retenção mais alta não consuma bebidas alcoólicas, alimentos ricos em sódio e muito carboidrato.

Nestes casos, é legal realizar escalda-pés, banhos aromáticos, massagens com óleos no pós banho e drenagens linfáticas. Durante as massagens, é importante diluir o óleo essencial escolhido em um óleo vegetal.

  • Óleo Essencial de Limão: esse óleo essencial de limão pode auxiliar na eliminação de toxinas do organismo. Enquanto o óleo estimula a desintoxicação, ele pode ajudar a desinchar o corpo.
  • Óleo Essencial de Eucalipto: O óleo essencial de Eucalipto tem efeito antinflamatório e analgésico. Você pode utilizar o óleo essencial para realizar massagens locais a fim de obter um alívio imediato.

Receitas para cólicas

Além da TPM, pode ser que você sofra com cólicas antes e durante a menstruação. Para isso, a aromaterapia também pode te ajudar. Certos óleos essenciais auxiliam na redução desse tipo de dor.

Você pode diluir 5 gotas de óleo essencial de Gerânio, 3 gotas de óleo essencial de Sálvia e 2 gotas de óleo essencial de Ylang-ylang em 200 ml de um óleo vegetal. Essa mistura pode ser utilizada para massagear o abdômen, próximo a região do útero, em sentido horário.

Outras práticas

Juntamente à aromaterapia, você pode aliar a prática de algumas atividades para melhorar esse período. Yoga, meditação, exercícios físicos leves e uma alimentação balanceada podem fazer com que os sintomas de uma TPM passem mais rápido. 

A maior parte dessas práticas libera hormônios de felicidade e prazer no organismo. A produção desses hormônios pode auxiliar nos casos de agressividade, ansiedade e depressão.

A yoga e os exercícios físicos também ajudam a melhor circulação sanguínea, propiciando que sintomas do tipo C e tipo H de TPM sejam aliviados. 

É sempre bom lembrar que a aromaterapia auxilia muito a tratar sintomas e doenças, como dores de cabeça e enxaqueca, mas não é a única forma de cura. Caso algum desconforto permaneça por um longo período, procure um profissional médico. 

E aí, gostou do conteúdo? Conta aqui nos comentários se você se identificou com algum desses tipos de TPM e utiliza óleos essenciais para melhorar os sintomas.

Se você quiser começar – ou continuar – a usar aromaterapia para melhorar a sua qualidade de vida, dê uma olhada em nossa loja. Temos diversos produtos voltados à essa prática.

Óleos essenciais para aumentar a imunidade

Óleos essenciais para aumentar a imunidade

A todo o tempo, nosso organismo precisa estar preparado para combater diversos vírus e, ainda, estamos vivendo um momento onde a imunidade é ainda mais fundamental. E entre algumas formas de fortalecê-la, como com exercícios físicos e uma boa alimentação, a aromaterapia pode ser muito útil.

Nós selecionamos alguns óleos essenciais que podem aumentar a imunidade, confira:

Tea Tree: Considerado um dos óleos essenciais mais poderosos, também é conhecido como melaleuca e possui propriedades antifúngicas, antissépticas, anti-infecciosas, bactericidas, antivirais e possibilita um reforço imunológico eficaz. Ele atua na pele e nos sistemas respiratório, digestivo, circulatório e genitourinário.

– Cravo: Uma das substâncias mais antioxidantes na terra, possui propriedades analgésicas e anti-inflamatórias. Ele combate diversas dores e atua em resfriados e gripes como um ótimo complemento para o gargarejo caseiro.

– Limão: Atua como tônico linfático e remove os resíduos celulares do corpo durante o frio e a gripe. Tem ação bactericida ajudando no combate contra fungos.

– Eucalipto: Um excelente descongestionante das vias respiratórias, tem propriedades antifúngicas, mucolíticas, expectorantes e antivirais. Também auxilia nas dores musculares, de cabeça e inflamações.

– Tomilho: É um estimulante do sistema nervoso. Combate o cansaço, fadiga e insônia, tem forte ação bactericida e aumenta a imunidade.

E para ficar ainda mais seguro, aproveite a dica abaixo do blend da imunidade:

– 3 gotas de Tea Tree;

– 3 gotas de Lavanda;

– 3 gotas de Limão Tahiti;

– 1 gota de Menta Piperita.

Adicione as gotas em um aromatizador elétrico e fique mais seguro.

Curtiu? Compartilhe com amigos e com quem mais acha que precisa aumentar a imunidade.

😉

Aromaterapia para dores musculares

Aromaterapia para dores musculares

As dores musculares podem surgir por conta de algumas doenças e após a execução de atividade físicas. É super comum sentir dores musculares quando se inicia uma atividade, uma corrida ou uma aula de dança. Nossos músculos não estão acostumados com certos esforços e isso é normal, mas antes de qualquer coisa, vamos ressaltar que ao realizar qualquer atividade física, busque sempre a supervisão de um profissional e, se já for expert no assunto ou não, não exagere para não causar lesões mais graves, ok?

Entre doenças e exercícios físicos, confira algumas causas comuns de dores musculares:

Dores Musculares
Dores Musculares

– Distensão muscular;

– Entorse;

– Ingestão de bebidas alcoólicas de forma exagerada;

– Disfunção da glândula da tireoide ou paratireoide;

– Efeito colateral da ingestão de remédios para tratamento de colesterol e triglicérides;

– Síndrome compartimental crônica;

– Dor muscular tardia (DMT);

– Dermatomiosite;

– Cãibras musculares;

– Tensão muscular ou sobrecarga;

– Infecções por estafilococos e vírus;

– Doenças infecciosas (como gripe, dengue e diarreia), etc.

Agora, para eliminar ou, ao menos, diminuir essas dores, confira duas receitinhas bem fáceis de aromaterapia:

Receita 1

Prepare 2 frascos, um com água morna e outro com água fria. Adicione os seguintes óleos essenciais em cada uma delas:

– 2 gotas de Lavanda (confira os prinsipais benefícios);

– 3 gotas de Alecrim;

– 1 gota de Gerânio.

Molhe duas compressas, uma com cada frasco, e aplique-as alternadamente na área da dor.

Receita 2

Dilua em um recipiente contendo 10ml de Óleo Vegetal:

– 5 gotas de Erva Baleeira;

– 5 gotas de Alecrim;

– 2 gotas de Wintergreen.

Aplique diretamente na região dolorida.

Com essas receitas você poderá se sentir muito melhor. 😉

Lembre-se sempre de consultar um médico ou aromaterapeuta de sua confiança, óleos essenciais são produtos concentrados e precisam do auxilío de um profissional.

Gostou dessa leitura? Navegue pelo nosso blog e veja outros posts que podem te ajudar a entender o mundo dos óleos essenciais.

Voltar Para o Topo