Facebook

Óleos essenciais: entenda como funcionam e para que servem

Óleos essenciais: entenda como funcionam e para que servem

25 maio, 2021 Óleos Essenciais,Alecrim,Lavanda,Patchouli

Os óleos essenciais são compostos extraídos de diferentes plantas, seja das folhas, caules ou raízes. Essas substâncias são utilizadas para aromatizar ambientes, diretamente no corpo ou para tratamentos alternativos, como indicado por especialistas.

Existem óleos de diferentes espécies, como a lavanda, alecrim, hortelã e muitos outros.

Tratamentos como a aromaterapia fazem uso dos óleos essenciais, tirando proveito de suas propriedades para combater sintomas como ansiedade, estresse, insônia e outros fenômenos psicológicos. 

Eles são indicados, também, para dores musculares, cefaleia, tratamentos de beleza, cicatrização e muitas outras aplicações.

Se você quer saber um pouco mais sobre como funcionam os óleos essenciais e para que eles servem, confira no nosso artigo tudo sobre essa extração vegetal. Conheça, também, os compostos mais comuns e como usá-los no dia a dia.

O que são óleos essenciais?

Os óleos essenciais são compostos químicos extraídos de plantas, com alta concentração, e que exalam um aroma, geralmente, agradável. Eles são usados, principalmente, em tratamentos de aromaterapia.

Pessoas que sofrem com desconfortos psicológicos, como excesso de estresse no cotidiano, ansiedade e insônia, podem encontrar nos óleos essenciais um aliado. Junto à correta aplicação, de acordo com os conhecimentos da aromaterapia, eles compõem uma terapia alternativa com efeitos cada vez mais comprovados.

Essas substâncias são, ainda, indicadas para diversos outros distúrbios e condições, como erupções cutâneas, pressão alta, combate a infecções e cefaleia. Além disso, também podem servir como aromas para o ambiente, sem necessidade de aplicação terapêutica.

Se você gosta do aroma da lavanda, por exemplo, pode usar seu óleo essencial para massagear o corpo, no banho ou em difusores de aroma. Além da fragrância característica, suas propriedades incluem o combate à ansiedade, insônia e dores de cabeça.

Como os óleos essenciais são extraídos?

Os óleos essenciais são formados pelas próprias plantas, que produzem e armazenam essas substâncias ao longo de sua estrutura. Para obter os compostos, diversas técnicas são empregadas, como prensagem a frio e várias formas de destilação. 

oleos essenciais plantas para que servem extracao destilacao portal do aroma
Destilação e prensagem a frio são as formas mais comuns de extração dos óleos essenciais naturais

Para tanto, muitas partes da planta podem ser utilizadas, como as flores, folhas, caule e raízes, a depender do composto que se pretende obter e da espécie em questão.

É importante salientar que existem empresas especializadas no desenvolvimento de óleos essenciais sintéticos, criados em laboratório. Nesses casos, a revenda é feita com a indicação de produto similar ao natural, mas que contém componentes sintetizados.

O mais indicado para tratamentos terapêuticos alternativos é o óleo totalmente natural, que foi extraído de uma planta. Por isso, fique atento às indicações nos rótulos.

Para que servem os óleos essenciais?

Os óleos essenciais têm diversas funções, pois cada composição tem efeitos diferentes sobre o corpo. Assim, sua ação vai variar de acordo com a planta do qual foi extraído.

Entre as várias aplicações, podemos citar o da ampliação do bem estar, de forma geral. Alguns compostos contribuem para a diminuição da ansiedade, irritabilidade e insônia, enquanto outros promovem concentração, fortalecimento da memória e muitos outros efeitos.

Lembrando que, em casos de diagnóstico psiquiátrico, é necessário fazer o acompanhamento junto à medicina tradicional, pois essa terapia alternativa não se propõe a combater a depressão ou outros distúrbios fisiológicos e psicológicos.

Muitos óleos essenciais também têm efeitos benéficos para a pele, cabelos, distúrbios digestivos, da pressão arterial e muitos outros. Confira, abaixo, os efeitos de alguns dos principais compostos.

Óleo essencial de lavanda

Um dos aromais mais apreciados, o óleo essencial de lavanda é usado, primeiramente, para tratamentos de combate à ansiedade e excesso de estresse. 

pote com oleo essencial de lavanda e flores ao fundo ansiedade estresse aromaterapia portal do aroma
O óleo essencial de lavanda serve para combater sintomas de ansiedade e estresse

Além disso, segundo pesquisas do National Cancer Institute, essa essência também tem efeitos positivos se utilizada como uma terapia alternativa para quem está passando por sessões de quimioterapia e radioterapia contra câncer.

Óleo essencial de alecrim

O óleo essencial de alecrim é indicado para tratamentos de pele. Além de melhorar o aspecto da pele de forma geral, ele também reduz problemas com acne e é um excelente componente para estimular a circulação sanguínea no rosto.

Óleo essencial de patchouli

Entre os óleos essenciais, o patchouli é uma opção interessante para quem busca efeito calmante combinado com ações antifúngicas, cicatrizantes e antissépticas. Para pessoas que fazem skin care com frequência, é um produto natural indicado.

Como os óleos essenciais funcionam?

O funcionamento dos óleos essenciais é mais científico do que você imagina! Eles agem diretamente no cérebro, transmitido por meio da fragrância captada pelo olfato ou pela penetração na pele, e leva os efeitos que cada planta pode oferecer ao organismo.

Cientistas comprovaram que os óleos extraídos possuem função antisséptica, antifúngica, antibióticas e até mesmo antivirais. 

Se você usar um óleo para massagear o corpo, os elementos naturais irão entrar e surtir efeito como um remédio subcutâneo, em forma de spray. O efeito pode trazer bem-estar principalmente para pessoas que passam por tratamentos contínuos.

Quando inaladas, as fragrâncias são transmitidas pelo bulbo olfatório e ativam a região límbica do cérebro , que se encontra perto do hipotálamo e com o qual se comunica. 

mulher sentindo cheiro oleos essenciais agem diretamente no cerebro portal do aroma
Os óleos essenciais agem diretamente no cérebro, ativando o sistema límbico

Dessa forma, ocorre a estimulação da produção de neurotransmissores como a serotonina e a endorfina, entre outros, responsáveis por sensações de bem estar e contentamento. Assim, a ação dos óleos essenciais no corpo humano não é esoterismo, é ciência.

Ainda com relação ao aroma, ao perfumar o ambiente com esses compostos, já podem pegar um pouco do efeito delas, mas sem tanta intensidade como os outros tratamentos.

Como usar os óleos essenciais?

O uso dos óleos essenciais pode ser feito por meio de difusores e aromatizadores, na massagem corporal, por inalação direta, diretamente na pele e em banhos terapêuticos. 

A forma mais indicada depende do efeito desejado e qual é o objetivo da terapia. Em alguns casos, os compostos devem agir sobre o tecido da pele. Em outros, agirão no cérebro. Além disso, também é possível usá-los apenas para perfumar o ambiente.

É importante salientar que, para o caso de adotar uma rotina terapêutica, é recomendado que se faça o acompanhamento com um especialista. Confira, abaixo, as principais formas de utilização dos óleos essenciais.

Inalação com difusor de aromas

Se você quiser aproveitar os benefícios de um óleo essencial, é possível comprar um difusor e pingar algumas gotas desse produto diariamente. O instrumento faz a difusão do aroma no ambiente em que for instalado.

Óleos essenciais em aromatizador

Os óleos essenciais também podem ser usados em aromatizadores. A diferença é que estes têm o formato de spray, e o tempo de duração da fragrância no ambiente, portanto, será muito menor.

Massagem com óleos essenciais

Também é possível fazer massagens corporais com os óleos essenciais. Contudo, nesse caso, eles devem ser diluídos em outro óleo, como os de coco e girassol.

mulher deitada enquanto seu rosto e massageado oleos essenciais na massagem portal do aroma
Também é possível aplicar os óleos em massagens, mas eles devem ser diluídos

A aplicação dos compostos sobre a pele em sua forma pura pode causar lesões.

Banhos com óleos

Por fim, se você quiser, é possível pingar algumas gotas do óleo de sua escolha em uma banheira ou bacia e ficar em repouso na água, enquanto espera os elementos naturais agirem no seu corpo.

Conclusão

O uso de óleos essenciais é uma forma de promover o bem-estar para o organismo e combater diversos tipos de distúrbios, de acordo com as técnicas da aromaterapia. 

Se você curtiu esse assunto e quer saber um pouco mais sobre aromaterapia, óleos essenciais e afins, continue no blog do Portal do Aroma e leia mais! Conheça, também, a loja do Portal do Aroma, com as melhores marcas e produtos totalmente naturais!

Tags:

Deixe um comentário

Comentários

"[…] terapias alternativas com óleos essenciais são excelentes opções para quem quer investir no cuidado com o organismo, mas sem exagerar em […]"

Colar de aromaterapia: aprenda a usar o acessório do bem estar - Natimus Beauty Blog - 1 junho, 2021

"

[…] processo de decantação é comum na extração de óleos essenciais e também de óleos vegetais, assim como outras técnicas, como a prensagem a […]

"

Benefícios do óleo essencial de alecrim incluem melhora da pele - 31 maio, 2021